Próxima
Próxima

Outros Serviços

CMAS
PDUI
Nota Fiscal Eletronica
Nota Fiscal Eletronica
Nota Fiscal Eletronica
Nota Fiscal Eletronica
Nota Fiscal Eletronica
Nota Fiscal Eletronica
Nota Fiscal Eletronica
Cadastro Único
  • Importantes

  • Concurso Público Saúde - Médicos
    Concurso Público Saúde - Médicos
  • Oportunidades PAT
    Oportunidades PAT
  • Licitações
    Licitações
  • Frente de Trabalho
    Veja os Editais
  • Processo Seletivo
    Veja os Editais
  • Concurso Público
    Veja os Editais
  • Editais de Convocação
    Veja os Editais de Convocação
Notícias

Porco-espinho resgatado no centro de Itapecerica vai morar no Parque Ecológico do Tietê

2018/01/22 15:30:00
Porco-espinho resgatado no centro de Itapecerica vai morar no Parque Ecológico do Tietê O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Prefeitura de Itapecerica da Serra resgatou, na manhã dessa segunda-feira, 22, um porco-espinho que circulava pelo centro da cidade, próximo ao cemitério Floreal Eterno.  O animal passa bem, segundo avaliação por parte da equipe do CCZ, e veterinário.

A informação de que havia um porco-espinho “perdido” no centro partiu do morador Rodrigues de Lima, advogado, que ligou para a Autarquia de Saúde-IS. Ao ser acionada, a Autarquia de Saúde encaminhou o CCZ e também já fez contato com o Parque Ecológico do Tietê, que garantiu uma vaga para o animal.

O porco-espinho é coberto por espinhos afiados, que funcionam como uma armadura de proteção. Animal robusto, de pernas curtas, se movimenta de forma lenta, e alguns exemplares chegam a ter mais de 30 mil espinhos. Sua cor varia de marrom-acinzentado a marrom-escuro, e os espinhos, geralmente, são brancos, com pontas pretas ou faixas em amarelo, laranja ou preto.

Quem mora em Itapecerica da Serra e tem um cachorro como bicho de estimação, sabe o estrago que um porco-espinho, aparentemente dócil, pode fazer. Já que ao se sentir ameaçado, ele arrepia os espinhos, não chega a arremessar, mas como se soltam facilmente podem ferir os animais. Estudos indicam que se os espinhos não forem retirados rapidamente, podem gerar inflamação ou infecção no animal afetado, e em alguns casos até matar.

O Parque Ecológico do Tietê, nova casa do porco-espinho itapecericano, foi inaugurado em 1982 e além de preservar fauna e flora, conta, entre outros, com o Centro de Recepção de Animais Silvestres, que abriga 2 mil animais apreendidos ou doados. Passam pelo local, segundo o Parque, mais de 330 mil visitantes todo mês.

Comente esta Notícia

Nome:
E-mail:
Comentário:

Cidadão

Serviços para Cidadão.
  • Alvara Já
  • E-Compras
  • Licitação / Pregão

Negócios

Serviços para Empresa.
  • Consulta de débito em dívida ativa
  • Armazém de Dados
  • Andamento de Processos

Governo

Serviços para Governo.
  • Editais de Convocação
  • Concurso Público
  • Processo Seletivo
  • Frente de Trabalho